Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Conheça a Política de Cookies.
Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Imprimir
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

CONCELHO DE RESENDE
Odete Orfão

(SOPA DE CASTANHAS)

Exmª Senhora Maria de Lourdes :
As cozinhas do concelho de Resende tinham quase sempre lareira e em muitas casas, era hábito secarem as castanhas.
Para isso colocavam um caniço por cima da lareira mais ou menos à altura de 2 metros. O caniço era uma espécie de estrado, feito com ripas de madeira, não muito juntas para as castanhas secarem melhor.
Quando as castanhas estavam secas colocavam-nas num cesto e pisavam-nas com um objecto peasado para saírem as cascas de fora e até as peles quando as castanhas eram de boa qualidade. As castanhas eram aproveitadas para se comerem cozidas, para as falachas ou para o Caldo de Domingo de Ramos.
Por tradição dizia-se que no Domingo de ramos não se podia comer sopa de hortaliça, pois apareciam lagartas. Usava-se a sopa de castanhas cujo uso já se vai perdendo.
Ainda há quem siga a tradição, sobretudo os mais idosos.
Para 6 pessoas é necessário mais ou menos os seguintes ingredientes:

1 Tigela de castanhas picadas
1/2 Chávena de arroz
1/ 2 Chávena de massa cortada
Azeite a gosto
2 Cebolas picadas
Sal a gosto

Há quem ponha nesta sopa, um bocadinho de carne de porco, toucinho ou presunto e nesse caso deita-se menos azeite.
MLM

Acessos: 376
Tagged Under