Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Conheça a Política de Cookies.
Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Imprimir
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

JOSÉ BENIGNO COSTA
VALENÇA DO MINHO

1º Passam-se várias vezes por água fresca, até deixarem de largar a espuma viscosa que têm. Deitam-se em água quente (não a ferver) de forma a ficarem escaldados – refogam-se em banha, toucinho gordo e azeite, com um pouco de colorau, pimenta e umas folhas de louro – devem ficar apimentados – antes de se servirem deita-se-lhe uns pingos de sumo de limão.

2º A mesma operação de lavagem em água e escaldados. Cozem-se em água e sal, escorrem-se e estando escorridos mistura-se-lhe um molho – verde, azeite, vinagre, cebola picada, pezinhos de salsa e pimenta – devendo ficar também apimentados.

3º As mesmas operações de lavagem e escaldamento. Batem-se ovos conforme a quantidade de meixões. Cozem-se os meixões em água e sal.
Deitam-se nos ovos batidos, com cebola picada, pimenta e fazendo um pastelão na frigideira. Também se  carrega na pimenta.

A mais usada nesta vila é a primeira receita. Diz o povo que para ficar o trabalho completo, devem ser afogados três vezes… ou seja: afogados em água (bem lavados) afogados em gordura (bastante gordura) e depois afogados em vinho (boas pingas por cima da refeição ….)

MLM

 

 

Acessos: 1375
Tagged Under