Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Conheça a Política de Cookies.
Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

  • '
    '

    Acpp

    Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal

  • '
    '

    Desde 1977

    Representa os Profissionais Portugueses de Cozinha e Pastelaria

  • '
    '

    Formação Profissional Certificada

    Escola Cozinha e Pastelaria

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

D. MARIA DA ASCENÇÃO GONÇALVES C. RODRIGUES
COVILHÃ / FERRO

Espécie de bolos espalmados fritos usados especialmente no Natal. Também há quem os faça no carnaval.

Ovos – 8 ou 9 por cada quilo de farinha, mas podem ser mais ou menos. Quantos mais forem melhor, mais ricas ficam as filhoses. As pessoas menos abastadas fazem-nas por vezes com poucos ou até sem nenhuns.

Açúcar – 250 g por cada quilo de farinha, há quem as faça sem nenhuma. Ficam talvez mais leves, não levando açúcar.
Leite ou água, mas pouco. Depende dos ovos. Pode-se até não deitar leite, nem água.
Azeite 1 decilitro por cada quilo de farinha.
Aguardente 1/3 de cálice por cada quilo de farinha ou a gosto.
Fermento de padaria, o preciso para a massa levedar (cerca de 40g por quilo de farinha) Compra-se na padaria.
Farinha 1 quilo

Batem-se primeiro os ovos muito bem batidos. Deita-se-lhes em seguida o açúcar, se se deitar e vai-se batendo a massa. Levando leite ou água para acrescentar a massa, junta-se-lhe agora e bate-se. A seguir deita-se o azeite e depois a aguardente.

Por fim mistura-se a farinha. Dissolve-se então o fermento de padaria num pouco de água morna e junta-se à massa, continuando a amassar, como se amassa o pão, até a massa fazer bolas e começar a largar das mãos.

A massa fica bastante espessa. Unta-se por cima com azeite e tapa-se com um pano, por cima coloca-se um cobertor, para ajudar a conservar a massa quente e põe-se o alguidar junto ao lume (fogão, braseiro ou lareira de modo a conservar uma temperatura regular), para levedar a massa.

Depois de crescida, tem-se um tacho grande ou caldeira de cobre (muito usada para estas coisas) com muito azeite ou mais moderadamente óleo bem quente.

Tira-se a massa aos poucos e depois de se estender bem, com as mãos previamente untadas de azeite, deita-se no azeite ou óleo, onde ficam e se viram até aloirarem.

Há medida que se vão tirando da fritura, escorrem-se sobre papel mata-borrão. Depois quando se querem servir, polvilham-se com açúcar e canela ou servem-se com calda de açúcar.

 

MLM

Tagged Under

Visitantes

Temos 267 visitantes e 0 membros em linha

Morada

Morada: Rua de Sant`Ana à Lapa,
nº 71 C, 1200 - 798 Lisboa.
Telefone: +351 21 362 27 05
Fax: +351 21 362 58 15

Mail / Sites

Geral: acpp@acpp.pt 
Formação: formacao@acpp.pt  
Marketing: marketing@acpp.pt
Site: http://www.acpp.pt
Formação: http://www.acpp.com.pt